arquitetar

"Procurar as orgânicas,os movimentos espontâneos,isto é, compreender a natureza para depois demarcar na geografia.A construção também tem que ser uma desconstrução.É necessário reflectir e inflectir.Procurar estar na essência da geometria.Resolver, encontrar o arco, ligar dois pontos, enfrentar um projeto e uma ideia, empreender uma lógica, um mundo."

domingo, 30 de junho de 2013

Luminária auto colante - Chirs Kabel / Sticky Lamp - Droog.




Como diz o nome, a invenção literalmente cola onde quer que seja, sem a necessidade de furar nenhuma superfície para fixá-la. A ideia surgiu quando Kabel foi à casa de um amigo que havia colado lâmpadas na parede com fita adesiva. O designer então aperfeiçoou o conceito. Para conseguir o efeito pegajoso desejado, foi necessário criar uma espécie de membrana, feita de plástico especial, que tem o espaço exato para encaixar a lâmpada. O material é o mesmo usado em embalagens de alimentos e resiste a queimaduras.

The Australian Garden / Taylor Cullity Lethlean + Paul Thompson

 
 
 
 

 
 
 
 
 
 
 
 
 

quarta-feira, 26 de junho de 2013

terça-feira, 25 de junho de 2013

Centro de Distribuição Avon / Loeb Capote Arquitetura e Urbanismo / Cabreúva - São Paulo, Brazil

A grande empena vermelha provoca forte impacto em quem chega a este Centro de Distribuição (CD) pelo estacionamento de visitantes. Pintada na cor que remete aos cosméticos femininos fabricados pela empresa norte-americana, é antecipada pelo espelho d’água de 200 metros de comprimento e 20 metros de largura.
 




 
 
 
 

alberto campo baeza cria uma conexão direta entre arquitetura e céu em pleno centro da cidade de zamora

A arquitetura do espanhol Alberto Campo Baeza é um jogo de sucessivos recortes do espaço, uma articulação precisa e detalhada entre a construção e seu contexto: em como a primeira irá revelar a segunda. Essa intenção é notável no escritório concebido no centro medieval de Zamora, em que a arquitetura se presta como moldura para o céu.
 


 
 





 
 
 
 

quarta-feira, 19 de junho de 2013

Refazendo a sua história. Estamos juntos nas ruas!

O Brasil reescreve mais uma vez a sua história. Desta vez a democracia toma partido e sai as ruas para reclamar seus direitos. O povo quer mudança! diz a voz das passeatas. Estamos cansados de tanta corrupção e desvio de dinheiro por parte dos políticos que estão no governo, e até mesmo dos que se dizem da oposição; sim, pois vivemos um momento onde o governo comprou até a oposição e a ‘verdadeira oposição’ se tornou ‘o povo’, ou seja: nos. Não poderemos ser omissos e calar diante de tamanha violência social. Não temos representantes políticos, pois nenhum partido nos representa. Em todas as capitais que houve protestos, havia cartazes e palavras de ordem contra a partidarização. Estamos sem bandeiras de partidos, somente as que nos representa, a PAZ e a dos DIREITOS. O Anatomia se solidariza e apoia esse momento democrático de reinvindicação e de mudança política e social.
Os protestos não são de um partido ou de uma ideologia política, são por um Brasil melhor! Por uma vida digna e por melhores oportunidades.
Queremos o fim da impunidade! Queremos o fim da violência!
O Brasil acordou e despertou para uma nova vida.

 

terça-feira, 18 de junho de 2013

Cadeira Três Pés - Joaquim Tenreiro

Que não haja luxo, mas sobriedade. Não haja riqueza, mas distinção. Não haja ostentação, mas acolhimento. Aí, a decoração não é um meio de que nos servimos para esconder um canto feio, com artifícios, com elementos extras, mas uma força que modela, que cria móveis que preenchem finalidades funcionais e estéticas, cortinas que temperam a luz e tapetes que ligam a composição…” - Joaquim Tenreiro (módulo, n. 2, ago. 1955)


 
O Pai do Móvel Moderno no Brasil -
O mundo deve muito a este grande homem. Artífice do design de mobiliário brasileiro, Joaquim Tenreiro - português de nascimento - se estabeleceu no Brasil ainda imberbe, exercendo a profissão de marceneiro, herança de família. Aos poucos, sua verve utópica foi conduzindo-o como projetista de móveis com o apoio intuitivo e interesse de diversas empresas.

sexta-feira, 14 de junho de 2013

Weekend Cabin / Huentelauquen, Chile







 
Fotos: Alejandro Gandarillas

Contêneires se transformam em espaços habitáveis...

Fica em Chicuero, nos arredores de Santiago, no Chile, a casa de 93 m² planejada pelo arquiteto chileno Sebastian Irarrazaval em 2009 e executada em quatro meses. Criada para ser a casa de hóspedes de uma residência, ela chegou ao terreno 90% pronta. Bastou conectar os quatro contêineres entre si e ligá-los às redes de luz e água existentes. Placas lisas de aço de 3 mm revestiram as paredes corrugadas externas, enquanto as internas receberam compensado de pínus. Como isolante, o arquiteto optou pelo poliuretano expandido, sem abrir mão de uma eficiente ventilação cruzada através de aberturas feitas nos caixotes. Para dar sustentação a eles, blocos pré-fabricados de concreto, do tipo usado em guardrails, foram fixados em dormentes por meio de placas metálicas.